EDITORIAL

O Vale-tudo

Em 2018, esperava-se crescimento brasileiro de 3%, tivemos de 1%. As expectativas para o crescimento em 2019 prosseguem despencando. Enquanto isso, o BNDES permanece amarrado, amordaçado, vendado. Em ação ultraliberal e irresponsável, o governo Temer fez o trabalho pesado de desconstrução ao abolir as condições estruturais que permitiam ao BNDES operar com taxas promocionais. Condições sobre as quais operam todos os Bancos de Desenvolvimento (BD) do Mundo. Por BD leia-se: bancos que pretendem influenciar a direção do investimento privado segundo uma estratégia de desenvolvimento. |leia mais|

PLANO DE SAÚDE
AGE sobre Resolução CGPAR 23 em 15 de abril

 

BALANÇO 2018
Superávit faz AFBNDES investir na melhoria dos serviços

 

OPINIÃO
Muito Além dos buracos de São Paulo, por Pedro Cafardo

VERSÃO IMPRESSA

(arquivo em PDF)

 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

AGENDA

Eleição renovará Conselhos da AF em 29 de maio

Foi divulgado no dia 5 de abril o Edital de Convocação para a eleição que renovará os Conselhos Deliberativo e Fiscal da AFBNDES (biênio 2019-2021). A inscrição de candidatos se dará de 30 de abril a 14 de maio; a votação acontecerá em 29 de maio; a proclamação dos eleitos está marcada para 7 de junho; e a posse dos novos conselheiros para 1º de julho de 2019.

A eleição é para o preenchimento de, no máximo, 25 vagas no CD; e de seis vagas no CF, sendo três efetivas e três suplentes.