Editorial

Edição nº1348 – quinta-feira, 6 de junho de 2019

O código de ética do BNDES vale para todos

Estamos há 19 dias com uma nota falsa e caluniosa publicada no site do BNDES. Ela já foi desmentida várias vezes por membros da atual diretoria. Em conversas fechadas, em reunião no Teatro Arino Ramos Ferreira e em declarações à imprensa. Mas continua no site do BNDES como nota oficial.

A AFBNDES havia pedido uma reunião com a diretora Karla Bertocco no dia 17 de maio. Também foi solicitada reunião com o presidente do BNDES, Joaquim Levy, no dia 21 – seguindo o que foi deliberado no ato de desagravo do dia 20. O diretor da AARH, Roberto Marucco, ficou encarregado de receber a AFBNDES. Marcou reunião para a última quinta-feira, 30 de maio. A AFBNDES não pôde comparecer e, finalmente, realizamos um breve encontro na última segunda-feira (3).

Apresentamos nossa reivindicação de que a nota seja retirada do site e que o Banco faça um pedido de retratação à chefe de departamento afastada e à equipe do Fundo Amazônia. Marucco disse que precisaria de tempo para "digerir" nossa conversa.

Aguardamos um outro encontro que ficou de ser marcado. Enquanto isso, continuaremos denunciando, como fizemos no simbólico Ato em Defesa do Fundo Amazônia da última terça-feira, que o que houve no BNDES foi uma ingerência política do Ministério do Meio Ambiente. Essa diretoria car-regará para a história a mancha de ter atentado contra a autonomia técnica do BNDES.

Continuaremos denunciando também que uma funcionária exemplar foi covardemente jogada aos lobos. Se as consequências no tocante à sua reputação não foram maiores, deve-se ao baixo apreço, na opinião pública informada, pelo atual ministro do Meio Ambiente. De fato, em poucas instituições da República Salles parece gozar da mesma credibilidade que possui junto à atual diretoria do BNDES. Será esse um retrato do "apequenamento" de nossa instituição?

Ao tratar um funcionário dessa forma, o sinal fica claro para todos os demais. A atual diretoria mostra que não tem respeito pelo corpo técnico da Casa. O que é compatível com uma série de outras decisões: quebra da tradição de décadas de nomeação de funcionários de carreira para a diretoria da instituição; o padrão de críticas levianas na mídia a operações realizadas no BNDES; e o próprio tratamento que resolveu dar até o momento à demanda dos empregados para que se resolva essa crise em torno do Fundo Amazônia.

A direção do Banco pode ter a opinião que quiser sobre o corpo funcional, mas não deveria se esquecer que há deveres previstos para uma diretoria e que seus membros também estão submetidos ao mesmo código de ética que todos nós.

 

 

Acontece

Tire as mãos do Fundo Amazônia

Acontece

Boleto da ação da CGPAR está sendo encaminhado aos associados

Acontece

Eleição traz boa renovação para Conselhos da AFBNDES

Acontece

Coletivo "Bicicletas do Desenvolvimento" solicita melhoria na estrutura para os ciclistas no Edserj

Opinião

A missão dos benedenses é desenvolver o Brasil

Opinião

Charge de Nelson Tucci

 

VERSÃO IMPRESSA

(arquivo em PDF)

 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

AGENDA

Assembleia sobre novo AJT será nesta sexta-feira (7)

Reunião está marcada para às 12h30, em segunda convocação, no Teatro do BNDES

Será realizada nesta sexta-feira (7), às 12h, em primeira convocação, e às 12h30, em segunda convocação, no Teatro Arino Ramos Ferreira (S1 do Edserj), a Assembleia Geral Extraordinária, convocada pelo Sindicato dos Bancários do Rio, para deliberar sobre o Acordo Coletivo de Trabalho que tem por objetivo estabelecer critérios para apuração e controle de frequência, cumprimento da jornada de trabalho e gozo de férias dos empregados das empresas do Sistema BNDES para o período de 1/7/2019 a 30/6/2021.

A proposta do novo AJT foi encaminhada aos empregados pela Área de Recursos Humanos na última sexta-feira (31 de maio) e tem conteúdo idêntico ao Acordo que está em vigor, garantindo os direitos conquistados pelo corpo funcional benedense.

Debate sobre Previdência no YouTube da AF

Vídeos do debate "Visões alternativas sobre a reforma da Previdência", que reuniu no dia 17 de maio, no Edifício Ventura, a professora Denise Gentil, da UFRJ, e o economista do BNDES Fabio Giambiagi, estão disponíveis no canal da AFBNDES no YouTube.

Palestra sobre Previdência Chilena no dia 12

Palestra sobre o Sistema Previdenciário do Chile será realizada no dia 12 de junho, às 10h, na Aposvale (Rua Santa Luzia 685/10º andar). Promoção UnidasPrev.